Domingo, 23 de Janeiro de 2005

CIDADE DE CABEDELO / Brasil - Paraíba

A beleza que aqui se vê é rara e seus atributos não deixam nada a desejar àqueles felizardos que descobrirem estas terras. Cercada pelo Oceano Atlântico e pelo Rio Paraíba, Cabedelo é considerado um pólo turístico aquático onde pessoas do mundo todo velejam e atracam por aqui em busca de suas belezas e de sua tranquilidade. Todo aquele que aqui chega e se vai, não vê a hora de retornar. Suas praias de águas mornas e cristalinas sozinhas são capazes de embasbacar qualquer um. A proteção de recifes de corais ao longo de todo o seu litoral de águas rasas faz destas praias um lugar totalmente seguro, livre de tubarões e outros predadores do gênero. Nossas praias são o lugar perfeito para quem deseja repousar.
É uma cidade que faz parte da região metropolitana de João Pessoa, mas que tem uma personalidade própria. Cabedelo é portuária e fica numa península entre o Oceano Atlântico e o Rio Paraíba. Seu nome vem da expressão que significa "pequeno cabo". O Porto de Cabedelo é a grande entrada e saída comercial do Estado.
A Fortaleza de Santa Catarina, fundada em 1585, é a única praça de guerra que restou para nos contar um pouco da história das tentativas de invasões holandesas, o que você poderá experimentar de perto, ouvindo os guias locais que farão você viajar no tempo. Já o Farol da Pedra Seca, o primeiro farol no Estado da Paraíba, inaugurado em 7 de setembro de 1873, foi encomendado pelo engenheiro e fidalgo Zósimo Barroso, em 1869. Fazia parte de um conjunto de nove torres de ferro forjado da P&W Maclellan (Glasgow), com 14,5 metros de altura, e um aparelho lenticular fixo de 4ª ordem da Barbier & Fenèstre (Paris). Era o que havia de melhor em sinalização náutica. O sinal, que indica a barra do Rio Paraíba, foi erguido em uma laje que aflora na maré baixa, conhecida como Pedra Seca, situada a cerca de uma milha da costa. A história conta que foi construído em terra firme e hoje se encontra a 400m da beira mar.
Outro atrativo de Cabdelo é a sua forte tradição cultural. Um bom exemplo é a Nau Catarineta, um episódio épico que lembra a Odisséia. É uma ode romanceada que pelo fascínio do seu enredo dramático e pelos mirabolantes efeitos pictóricos da coreografia, se transforma em um bailado. A história desenvolve-se a bordo de um navio que parte do Recife para Lisboa, na época das conquistas marítimas (1565), e que depois de cruentos combates e lutas dolorosas, chega, afinal, a um porto seguro.
Mas o que você não pode deixar de curtir mesmo numa visita a Cabedelo é o pôr-do-sol na bela Praia fluvial do Jacaré, ao som do Bolero de Ravel. Os bares à margem do Rio Paraíba, estrategicamente voltados para o poente, promovem todos os dias o espetáculo e som e imagem. No horário em que o sol começa a dizer adeus para o dia que se vai, os bares disparam o Bolero de Ravel que termina com o último suspiro do sol. É imperdível!
publicado por ppesquisadora às 12:18
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. João Pessoa - Paraíba / B...

. Tinhinha --- A Surfista d...

. Paraíba ----Brasil (Bar...

. Paraíba ----Brasil (Bar...

. PRAIA DE NUDISMO - PARAIB...

. PRAIA DE TAMBABA ---Parai...

. João Pessoa / Praia dos...

. João Pessoa (Capital da...

. Burj Al Arab

. Hotel mais caro do mundo

.arquivos

. Janeiro 2008

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Julho 2005

. Abril 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds