Sábado, 3 de Julho de 2004

AS BELEZAS DE JOÃO PESSOA

As belezas de João Pessoa


Ponto mais oriental das Américas, capital da Paraíba recebe os primeiros raios de sol no território brasileiro

É em João Pessoa, capital da Paraíba, que chegam os primeiros raios de sol no território brasileiro. Mais precisamente na Ponta do Seixas, o pedaço de terra mais oriental das Américas. Ornada de coqueiros e conservando sua beleza selvagem, a Ponta do Seixas é uma das praias que fazem dos 130 quilômetros de litoral da Paraíba, um eterno convite ao lazer e ao divertimento.

Nascida junto ao rio que deu nome ao Estado - o Paraíba -, a capital João Pessoa desceu a colina e procurou o mar. É no litoral que estão instalados os melhores equipamentos turísticos, bares, restaurantes e boates, onde uma juventude bronzeada mostra sua alegria ao som de ritmos locais.

Cidade com mais de 400 anos, João Pessoa preserva um acervo arquitetônico de estilo barroco, o que a coloca em igualdade com Olinda e Salvador. A presença das ordens religiosas e rápido enriquecimento dos barões do açúcar e do algodão deram à cidade monumentos que ainda hoje impressionam pelo vigor e beleza. O destaque é o conjunto de São Francisco, formado pelo convento de Santo Antônio e igreja de São Francisco, situados na parte alta da cidade. Concluído em 1770, o conjunto causa impacto pela grandiosidade e beleza do acabamento, que inclui talhas em madeira recobertas de ouro e rica cantaria em pedras com motivos portugueses e orientais, influência da colonização portuguesa na China.

Localizada entre o rio e o mar, João Pessoa divide-se em cidade alta e baixa. É na alta que se encontram as construções mais representativas do período antigo, velhos casarões, antigas mansões e prédios de estilo arquitetônico do início do século. Já a cidade baixa mostra sinais de envelhecimento.

Um dos espetáculos mais belos da cidade é observar o pôr-do-sol sobre o rio Sanhauá de um dos telhados ou sacadas dos sobrados antigos desse ponto privilegiado, descortina-se toda a foz do rio e parte da várzea que cerca a cidade além da vegetação luxuriante que interfere na paisagem.


Atrações privilegiadas

Além da beleza do mar, a natureza presenteou a cidade com duas privilegiadas atrações no litoral. A primeira, em frente à praia de Tambaú, a 1.500 metros da costa, está localizada em Picãozinho, um banco de coral cercado de piscinas naturais de águas tão claras que permitem a visão de peixes sob a superfície. É um convite a passeios de barco ou pescarias.

Mais adiante, na praia de Camboinha, no vizinho município de Cabedelo, fica a ilha de Areia Vermelha, um banco de areia apoiado sobre uma formação de corais, a dois quilômetros da beira-mar. Explorada anteriormente pelos pescadores que a usavam como ponto de apoio, Areia Vermelha foi descoberta para o turismo nos anos 80, e durante um mês pode ser visitada por 20 dias em horários que variam de acordo com a altura das marés. Com dois quilômetros de comprimento e um de largura, a ilha reserva aos visitantes imagens inesquecíveis. Quando a maré baixa, a ilha fica totalmente descoberta e o banhista pode desfrutar das piscinas naturais e descobrir as belíssimas formas esculpidas dos corais.


ARTESANATO
Estopa, madeira e palha ganham vida com temas do cotidiano



No folclore e no artesanato,
toda a riqueza do Nordeste

Se o folclore nordestino é um dos mais ricos do Brasil pela variedade de suas peças, beleza dos seus ritmos e graciosidade de seus movimentos, a Paraíba é responsável por um rico acervo, com danças, folguedos, peças de teatro e outras manifestações culturais que a imaginação popular vem guardando há centenas de anos.

A nau-catarineta, o bumba-meu-boi, o xaxado, o côco-de-roda, a ciranda e as quadrilhas juninas têm a marca registrada da alegria e criatividade da população local. O paraibano cultiva com carinho essas manifestações populares que têm seu grande momento nas festas de São João, época em que em cada bairro surge uma quadrilha junina ou um grupo de danças típicas para alegrar e movimentar a comunidade.

O artesanato paraibano é reconhecido em todo Nordeste pela excelência de sua confecção e qualidade artística. Para o artesão, qualquer material é ponto de partida para a imaginação: da madeira à palha, da estopa à pedra, tudo ganha nova vida e dimensão nas mãos hábeis de quem retira do imaginário e do cotidiano os temas para suas peças.

As redes paraibanas são famosas pelas estampas e pelas ricas varandas trabalhadas. Também o artesanato em estopa é típico da região: são bonecos confeccionados em estopa com armação de arame que ganham vida pela habilidade dos seus construtores. Presépios, santos e personagens do cotidiano são feitos em estopas e podem ser encontrados em qualquer loja especializada.

A maior concentração de artesãos e peças está nos dois mercados de artesanato situados em Tambaú, onde o visitante pode comprar produtos que encantam pela beleza e originalidade.

O artesanato em barro também é encontrado em profusão na capital paraibana. São bonecos, cangaceiros, blocos de maracatu, santos feitos em argila cozida e pintados a mão. Neles, estão retratados todos os tipos populares da região, como cangaceiros, padres e lavadeiras.

O artesanato feito com conchas é outra especialidade paraibana, e as jóias e adereços feitas com esses objetos são de fina delicadeza. Há, por fim, um bom artesanato em renda e os batiques coloridos de Catolé do Rocha, pintados a mão, ideal para decoração de ambientes.
ppesquis@doraJP
publicado por ppesquisadora às 12:43
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. João Pessoa - Paraíba / B...

. Tinhinha --- A Surfista d...

. Paraíba ----Brasil (Bar...

. Paraíba ----Brasil (Bar...

. PRAIA DE NUDISMO - PARAIB...

. PRAIA DE TAMBABA ---Parai...

. João Pessoa / Praia dos...

. João Pessoa (Capital da...

. Burj Al Arab

. Hotel mais caro do mundo

.arquivos

. Janeiro 2008

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Julho 2005

. Abril 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds